CATEGORIAS

BRISA

Brisa

BRISA


A brisa vem contra meus cabelos,

O vento calmo apazigua meus medos.

 

Nem parece que acabei de sair de uma grande tempestade,

Um vendaval que partiu minha alma em duas metades.

 

Em meio ao furacão gritei por seu nome.

Você não apareceu!

Acho que via tudo de longe

E na sua indiferença não me socorreu.


Juntei meus pedaços, pois tinha que meu caminho continuar,

Foi uma grande turbulência, mas não podia simplesmente parar.

  

Deixei a intempérie me levar,

Fui para tão longe...

Estava machucada, soluçava, chorava...

Em meio a tanto sofrimento o procurava...

 

Percebi então a distância que se fazia entre nós,

Pois a grande ventania me levou para caminhos melhores...

Agora vejo flores,

Água,

Muita sombra,

Posso então descansar...

 

Tenho tudo, mas você aqui não está,

Ficou no meu passado...

Um passado frio e sem cor.

 

Não tinha a noção de quem eu realmente era...

Vivia a esperar por suas promessas...

Você não as cumpriu,

Então me despedi de vez.

 

Hoje estou mais feliz...

Encontrei minha paz...

 

E agora sei quem realmente sou e o que da vida esperar...

E, principalmente, aprendi a não me iludir por quem não sabe amar!