CATEGORIAS

Busco Te Aprender

Busco te AprenderBUSCO TE APRENDER

Busco te aprender.

Como alguém que anseia em decifrar o segredo
mais bem guardado.
És tão selado, blindado, coberto de encantos, que
o tempo não tem me ajudado a desvendar.

Sou capaz de traduzir os códigos mais secretos
através da concretude matemática, mas me vejo
incapaz de distinguir teus mistérios.

Emblemático e tão voraz!

Capaz de me roubar noites de sono, de fazer
descer lágrimas enrijecidas e cálidas do meu olhar.

Sofro por ti.
Chamo por ti.
Pertenço a ti.
Procuro-te e te sinto tão perto.

Apareces e desapareces com o ar dos deuses, que
zombam dos mortais.

E como buscá-lo?
Como sabê-lo?
Como tentar decifrá-lo?

Ensina-me a conhecer-te e, assim, minha angústia cessará.
A angústia de quem tudo domina, mas que não
consegue te domar.

Preciso te ler, desvendar teus desejos, conhecer
teus anseios, apoiar-me em teus medos.

Mas és tão forte.
Tão inflexível.
Chega a dar temor a uma pobre alma fastidiosa
como a minha.

Sei que se te implorar não te entregarias, pois
precisas desse tom intocável que cria em mim tão
grandes expectativas.

É assim que me manténs tua, a partir da minha
angústia de tudo querer e unicamente a ti não ter.

Com isso, fico por perto, à espera de apenas um
deslize teu que me traduza tudo que de ti quero
saber.

Meu enigmático e mítico instituidor de sonhos!