OLÍVIA A OVELHA NEGRA DA FAMÍLIA

ODETE

 

A TURMA DA LETRINHA EM: Olívia, a ovelha negra da família

 

A ovelhinha Olívia nasceu diferente das demais ovelhinhas do rebanho que existia na fazenda.

- Nossa! - exclama o pai da ovelhinha,vendo sua filha ao nascer.

 

-O que há de errado com nossa filhinha? - pergunta preocupada a mãe da ovelhinha, que acaba de dar à luz.

- Não é nada. - responde prontamente o pai da ovelhinha, tentando tranquilizar a esposa.

Ele completa: - Ela é linda demais, porém é um pouco diferente do rebanho. Ela é uma linda ovelhinha negra.

 

-Negra?! Negra?! Como assim? Deixem-me ver minha filha.

Com cuidado, a ovelhinha foi colocada próxima à mamãe que muito emocionada disse:

-Que linda ela é! Ela é diferente de nós. Será que as outras ovelhas da fazenda vão achá-la estranha?

-Claro que não! Pois, ela é linda assim como é: pretinha e fofinha. - esclarece o pai da ovelhinha.

-Vamos colocar o nome de Olívia, como uma homenagem à sua tia. – orgulhoso comunica o pai e com muito carinho explica: - Lembra-se, minha querida esposa, que a tia Olívia era parecida com ela.

- Está certo! O nome é lindo, assim como a nossa filhinha. - fala alegremente a mãe da ovelhinha.

 

E foi assim que a ovelhinha Olívia foi apresentada ao restante do rebanho de ovelhas da fazenda.


Todo o rebanho a achava bem estranha por ter uma pelagem de cor diferente das outras ovelhas.

Sempre que a ovelhinha Olívia chegava perto das ovelhinhas para brincar, elas se afastavam, porque achavam-na esquisita.

-Não fiquem perto de Olívia, filhinhos! - orientam as mamães das outras ovelhinhas, que não queriam seus filhotes perto da ovelha negra do rebanho.

 

OLIV

A mamãe ovelha, após observar o que se passava, conversou preocupada com o papai de Olívia:

- Nossa filhinha está muito triste. Você não acha? - interroga a mãe, ao perceber que ela andava pelos cantos, excluída e sem brincar com as outras ovelhinhas. -Verdade! Já percebi isso também, querida.

Vou conversar com ela e tentar saber melhor o que está acontecendo.

 

E assim, segue em direção à sua filhinha, o papai da ovelhinha Olívia.

-O que está acontecendo? - questiona o pai, tentando entender o que há de errado com sua filhinha.

-Papai, as outras ovelhinhas não querem brincar comigo, pois falam que sou esquisita.

Todas as vezes que tento me aproximar, elas se afastam de mim. -Não fique assim, Olívia!

- exclama o pai da ovelhinha, buscando consolar a filhinha.

- Já que as outras ovelhinhas não a querem por perto, eu e sua mãe iremos brincar com você no celeiro todos os dias e, assim, você não vai mais se sentir sozinha. - justifica o pai da ovelhinha para consolar sua filhinha.

-Sério, papai? Vou adorar me divertir com vocês. Vamos todos os dias brincar no celeiro da fazenda.

Oba! Oba! E assim, a ovelhinha se consola, pois sabe que agora não vai mais ficar sozinha em suas brincadeiras.

 

Certo dia, quando brincavam no celeiro, a ovelhinha Olívia e seus pais ouviram os berros das outras ovelhinhas.

-Beeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee... Beeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee... Beeeeeeeeeeeeeeeeee! – manifestam-se desesperadas.

-Socorro! Socorro!O lobo está aqui! - gritam as outras.

As ovelhas estavam no pasto da fazenda, quando foram surpreendidas pela presença deum lobo voraz, que tentou comer uma delas.

-Que barulho foi esse?

- exclama exaltado o pai da ovelhinha.

-É o lobo que está tentando comer as ovelhas do pasto. - explica a mãe da ovelhinha Olívia ao seu marido, olhando pela janela do celeiro e vendo o lobo correr atrás das ovelhas.

- Não posso deixar o lobo atacar minhas amiguinhas! -exclama bravamente a ovelhinha Olívia, correndo para fora do celeiro em direção à malvada fera. -Saia já daqui, seu lobo malvado! - ordena a ovelhinha Olívia.

-Que animal é esse? Será outro lobo mais forte que eu? - pergunta-se o lobo, olhando de relance para Olívia.


OLIVIA A OVELHA


O lobo nunca havia visto, em sua vida, uma ovelha negra. Por isso, pensou que era outro lobo concorrente e mais forte. Refletiu que ele poderia estar ali para brigar pelo território.

Assim, o lobo assustado foge para floresta. Ele nunca mais apareceu para perturbar as ovelhinhas daquela fazenda.

 

-Viva a ovelhinha Olívia! Ela salvou o rebanho!

- exclamam as outras ovelhas levantando-a, deixando os pais de Olívia emocionados.

 

Daquele dia em diante, todas as ovelhinhas passaram a respeitar Olívia e também a brincar com ela.

Todos concordaram que, se não fosse a coragem de Olívia e a pelagem diferente das outras ovelhinhas daquele rebanho,o lobo malvado teria devorado várias ovelhas.


OLÍVIA