A TURMA DA LETRINHA EM: Como Tudo Começou

como tudo


TURMA DA LETRINHA EM: Como Tudo Começou

 

-Snif...  Snif...- chora desconsolada a menina Sofia no caminho que fazia voltando da escola.

-Que barulho é esse? - interroga a abelhinha Ana, ao ouvir os sussurros da garotinha. Parece que alguém está chorando por aqui.

De repente, ela se depara com uma garotinha aos prantos.

- O que foi linda garotinha? Por que você está chorando dessa maneira?

Sem esperar a resposta, já faz outra pergunta curiosa:

- Qual é o seu nome?

-Snif... Sniff... Eu me chamo Sofia. Snif... Snif... – responde a menininha, tentando controlar o choro.

Um pouco assustada, ela pergunta:

- Você é uma abelhinha falante?


como tudo d


-Sim. Eu e todos os animais somos falantes. Você sabia que os animais se comunicam. Mas, apenas pessoas muito especiais como você podem entender o que estamos falando.

-Mas eu não sou especial. Snif... Snif... Na minha escola, todos os meus coleguinhas sorriem de mim porque preciso usar óculos e, como não enxergo muito bem, também sou um pouco desajeitada. Por isso, eles não brincam comigo, dizem que sou feia e me colocam apelidos.

-Mas você é linda! Você é muito especial e seu coração é muito puro! – exclama a abelhinha Ana que muito empolgada continua a falar:

-Posso fazer um convite? Venha participardo piquenique que eu e meus amigos estamos organizando na floresta.

-Não sei... Talvez sim... Mas, seus amigos não irão sorrir de mim?

-Claro que não! Você é uma menininha muito especial e tenho certeza que todos irão gostar muito de você.

A abelhinha Ana conseguiu convencer sua mais nova amiga. Juntas, seguiram para o local do piquenique.

Ao chegarem, a triste Sofia se encantou com a animação dos amigos. Todos estavam se divertindo e brincando uns com os outros.


como tudo com


- Olá, Ana. Quem é sua nova amiguinha? – pergunta a ovelha Olívia, ao ver a abelhinha chegar acompanhada.

- Venham amiguinhos. Quero apresentar a vocês a minha nova amiga: a menina Sofia. Eu a encontrei chorando na floresta. Os amigos da escola riem dela, pois ela usa óculos. Então, resolvi trazê-la para conhecer vocês e ver que todos somos diferentes, mas nos entendemos bem. Nós respeitamos as diferenças!

- Vamos, amiguinhos! Apresentem-se a ela:

- Eu primeiro! - exclama o elefante Edu.

- Muito prazer. Eu me chamo Edu e já sofri por ser gordinho e desajeitado.

Depois, apresentou-se a iguana, seguida dos demais amiguinhos.

- Eu me chamo iguana Ivete e também sofri muito porque pareço com um jacaré. Na verdade, muitos me chamam de jacaré mirim, lagartixa e dinossauro, mas agora já superei e não me importo mais com os apelidos.

- Eu sou a ovelha Olívia. Todos me chamavam de ovelha negra da família, porque sou a única que nasceu com a pelagem preta no meu rebanho. Agora está tudo bem, pois já me acostumei. Mas, já enfrentei muitas dificuldades por causa da cor da minha lã.

- E eu sou o urso Uriel. Muitos me apelidavam porque sou bem grande e gordinho.

-Ouviu, Sofia. Todos nós somos diferentes e nos amamos mesmo assim. Não se preocupe, pois o que vale de verdade é o que temos de bom dentro do nosso coração e não apenas o que somos por fora.

- Realmente. Vocês me deixaram bem feliz! Eu achava que, se fôsse igual às outras menininhas da escola, seria especial. Agora vejo que sou especial porque justamente não sou igual a elas, pois todos somos diferentes.

        - Obrigada, amiguinhos! – continua Sofia. A partir de agora, sempre que puder, estarei aqui para brincar, pois vocês me deram uma grande lição. Quero estar sempre por perto.

- Que legal,Sofia. Seja bem vinda à nossa turminha! –fala a abelhinha Ana.

Após um minutinho muito pensativa e encantada, Sofia conclui:

- A Turminha da Letrinha!

- Hã?! – retrucam todos em coro. Por que Turminha da Letrinha,Sofia?

- Vocês não perceberam? - fala ela.

- Os nomes de vocês se iniciam com as vogais: abelha Ana, começa com A; elefante Edu, começa com E; iguana Ivete, inicia com I; já a ovelha Olívia, com a letrinha O; e, por último, urso Uriel,com a vogal U.

- Essas são algumas das letrinhas que estou aprendendo na escola. – explica ela.

- Também queremos aprender as letrinhas. Queremos aprender as vogais! - exclama entusiasmado o elefante Edu.

-Tudo bem! Então, sempre que puder, estarei aqui para brincarmos e estudarmos juntos.


como t


Assim, a menina Sofia voltou para casa muito feliz por ter encontrado novos amigos.

Sofia aprendeu a lição de que todos somos diferentes e por isso somos todos muito especiais.

Desse dia em diante, sempre que pode, ela vai à floresta se divertir com seus novos amiguinhos Ana, Edu, Ivete, Olívia e Uriel.