AINDA ASSIM

141329


AINDA ASSIM


Mesmo que as circunstâncias da vida

Nos direcionem por caminhos diferentes...

E ventos gelados soprem teu corpo

Para longe de meus abraços quentes...



Mesmo que a neblina da manhã

Embalada em problemas corriqueiros... 

Desfaleça meus sonhos, não realize meus desejos

 E te afaste de meus beijos...



Mesmo em meio ao furacão da dor

De quem vive a vida longe de quem ama... 

E não venha a ter o prazer de tua companhia

Todas as manhãs em minha cama... 
 

Ainda assim:

 

Em minhas lembranças estarei eternamente contigo,
Pois foi o inverso de tudo que já havia vivido:
Um doce veneno, quase proibido.


Meu anjo, meu amor, meu amigo...

Te levarei para sempre comigo!