UM NOVO DIA

156-dzhakuzi-zakat-pesok-otdyh

 

UM NOVO DIA

 

No instante em que deveria esquecer,

Acabei lembrando mais.

 

Na penumbra, onde o silêncio era a melhor opção,

Escolhi falar do meu amor.

 

Quando a distância se fazia necessária,

Foi quando mais me aproximei.

 

Na ânsia de possuir o que desejava,

Abri mão do que realmente precisava.

 

 

Difícil aprender a amar...

Saber a hora de partir, de deixar o outro se libertar.

 

Sofri até perceber, que insistir em brasas sem chamas,

É optar por cinzas em um lacônico futuro.

 

E agora em meio as cinzas, como ressurgir?

Ressurgirei da esperança, pois a aurora trará um novo amanhecer.

 

Mostrando que, com o mesmo ímpeto que a vida nos tira,

Ela trás o novo... De novo... E de novo...

 

Amanhã tudo se renovará em esperanças,

E o sol anunciará um novo dia:

 

Dia de novas possibilidades,

Dia de novos abraços,

Dia de novos sorrisos,

Dia de novos amigos,

Dia de novos amores.