AMIGO-IRMÃO

kroliki-pashalnye-korzina1

 

AMIGO-IRMÃO

 
Quando a seu lado descerro-me por completo,
Pois tens o dom de desnudar  meus segredos.
Vasculha-me e sabes de mim todos os mistérios,
Até aqueles que eu não diria nem a mim mesmo.

És o cofre blindado, que contém meus tesouros,
Em quem confio verdades, mais puras que ouro.
Sempre guardadas, hoje e em tempos vindouros,
A chave é a confiança fundida em aço duradouro.

Amigo assim: tão verdadeiro, quão difícil encontrar!
Fortuita sorte, com tal preciosidade  me defrontar,
Preço nenhum pagaria, com sua lisura poder contar.

Amigo-irmão, uma honra a vida contigo compartilhar!
Tenha certeza,  que a minha lealdade recíproca será,
Em todos os momentos, comigo também poderá contar.